01/06/2017 -

Por trás da série Westworld

Eu não sei vocês, mas toda vez que eu assisto alguma série ou filme me entrego por completo. Sou daquelas pessoas que se envolve mesmo, de maneira profunda, com o enredo e os personagens. Se tiver que chorar eu me afogo em lágrimas, se for engraçado pro meu nível de humor, eu até esboço alguns sorrisos, agora se for pra refletir, aí meu amigo, eu reflito por semanas, quem sabe até meses.

Ontem terminei de assistir uma série da HBO (assisti no net now, infelizmente não tem no netflix) chamada Westworld. A série se trata de um parque de diversões futurista que foi criado para nós, humanos, realizarmos os nossos desejos, fantasias e pecados, por mais obscuros que sejam, sem nenhuma consequência.

A série por si só já é muito interessante, consegue te envolver com as (muitas) cenas de ação e te deixar apaixonado pelas histórias românticas. Mas o mais incrível é o jeito que Westworld revela a natureza humana. O que posso contar pra vocês sem dar spoiler, é que não importa do que somos feitos, matéria orgânica ou não, a nossa essência é a dominação.  Independente do tempo em que vivemos, ou do corpo que habitamos, se o pensamento e a consciência forem humanas, isso nunca será extinto.

Nós lutamos e vivemos por um simples motivo: dominar o mais fraco, vencer. E aí meus amigos, é que a coisa fica assustadora, porque quando não existe mais o desafio, nós sucumbimos.

Quanto mais eu reflito, mais eu percebo o quanto tentamos a todo tempo provar que somos melhores (o que acaba sendo uma forma de dominação moral), que somos vencedores. Temos que ter estudado na melhor faculdade, conseguir o melhor emprego, ter a melhor família com a melhor casa, os melhores amigos e o melhor corpo. A necessidade de dominar o outro, de ser melhor que o outro, está no nosso sangue. E se isso não acontece…

Enfim, me pego pensando, será que essa essência dominadora pode ser mudada? Será que conseguimos arranjar outro objetivo de vida que não seja vencer, dominar, ser melhor do que o outro? Será que conseguimos apenas olhar para nós mesmos e pensar: estou satisfeito com o que sou, não preciso provar nada pra ninguém, não preciso ser melhor, dominar ninguém?

Fica a dúvida pairando no ar. De resto, Westworld é uma série incrível que vale o view ;)

Um beijo

0 Comentário em "Por trás da série Westworld"

Posts Relacionados